Wednesday, July 30, 2008

Difícil ser transparente?

.
1 comments

http://lh4.ggpht.com/aninhafonte/SGmAZVWhGXI/AAAAAAAAA4k/RxG5ZMn2aPQ/002h.jpg?imgmax=512

As vezes, fico me perguntando porque hoje em dia as pessoas acham tão difícil ser transparente? Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. Mas ser transparente é isso e muito mais do que isso. É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que a gente sente... Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar... Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde!

Mas infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco. Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana. Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser... Preferimos nos perder numa busca insana por respostas imediatas à simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos, que temos medo!

http://lh4.ggpht.com/aninhafonte/SLi8LEQbJCI/AAAAAAAABCs/uiGIkurQvvA/Imagem%20075yh.jpg?imgmax=512

Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção... E assim, vamos nos afogando mais e mais em falsas palavras, em falsas atitudes, em falsos sentimentos. Não porque sejamos pessoas mentirosas, mas apenas porque nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso e não-contaminado.

Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar e nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar, doçura, compaixão... a compreensão de que todos nós sofremos, nos sentimos sós, imensamente tristes e choramos baixinho antes de dormir, num silêncio que nos remete a uma saudade desesperada de nós mesmos... daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar àqueles que mais amamos!

http://www.globoonliners.com.br/upload/escritofoto/4479_im_grande.jpg

Porque, infelizmente, aprendemos que é melhor revidar, descontar, agredir, acusar, criticar e julgar do que simplesmente dizer: "você está me machucando... pode parar, por favor?". Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco, é ser bobo, é ser menos do que o outro. Quando, na verdade, se agíssemos com o coração, poderíamos evitar tanta dor, tanta dor...

Sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura!

Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencível. Que consigamos não tentar controlar tanto, responder tanto, competir tanto que consigamos docemente viver... sentir, amar... E que você seja não só razão, mas também coração, não só um escudo, mas também sentimento.

Seja transparente, apesar de todo o risco que isso possa significar.

http://lh5.ggpht.com/aninhafonte/SLi8LFFE0rI/AAAAAAAABCk/D5AxdvtbKK8/Imagem%20071ht.jpg?imgmax=512

"Sincero vem do latim sin cera, que quer dizer "sem cera". A cera era usada para encobrir falhas em móveis e vasos, principalmente pelos mercadores interessados em vender as peças. Era uma forma de "enganar" o comprador. Ser sincero é, portanto, não encobrir suas falhas. "

readmore »»

Friday, July 4, 2008

Nova Versão 3.0.

.
82 comments

A imagem “http://www.balloonmonkey.co.uk/balloonsj/s_136.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

...HAPPY BIRTHDAY TO ME...

A imagem “http://pic90.flodeo.com/photos/90/AH/AA/idoia/10236360-11143234.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Como chegar ao 30...

A imagem “http://lh3.ggpht.com/aninhafonte/Rl3zLvZ_zwI/AAAAAAAAADc/ozx3rjAVkIE/027.JPG?imgmax=512” contém erros e não pode ser exibida.

Fazer 30 anos é mais que um rito de passagem, é um rito de iniciação, um ato realmente inaugural. Ficamos mais maduras, menos tímidas, mais intuitivas, mais realistas e mais vividas. Já não temos de provar nada a ninguém (julgamos nós). Já temos alguma independência. Somos um misto de menina e mulher. Conseguimos driblar muitas situações. Rimos de muitas coisas que há uns anos atrás nos faziam chorar. Ao mesmo tempo que nos emocionamos com pequenas coisas, que, anos antes, nem reparávamos. Pode ser engraçado e assustador chegar aos 30, olhar pra trás e repassar a vida na nossa cabeça, rever os acertos, os erros e aprender com cada uns deles. Ver quantos erros poderia ter sido acertos, se tivéssemos agido diferente.

A imagem “http://lh6.ggpht.com/aninhafonte/Rl3n8fZ_ziI/AAAAAAAAABo/NzAigzNfAYo/PICTURE%20050.JPG?imgmax=512” contém erros e não pode ser exibida.

Mas nem tudo são rosas. Começamos a dar conta do aparecimento de marcas da vida no nosso corpo. Os cabelinhos brancos que vão aparecendo. Umas ruguinhas que, sem avisar, nos enfeitam o rosto. Fazer trinta anos não é fácil. E não é frescura de mulherzinha com medo de flacidez, não. É que a entrada no mundo balzaquiano representa uma das maiores rupturas que enfrentamos. Algumas pessoas preferem chamar de evolução, progresso, conquista... Não deixa de ser, mas não posso negligenciar que, quando essas coisas chegam, outras coisas são perdidas, abandonadas, deixadas para trás, num caminho sem volta.

A imagem “http://lh5.ggpht.com/aninhafonte/Rl42vGAyiTI/AAAAAAAAAF8/JVdLb9wgW80/Imagem%20025.jpg?imgmax=512” contém erros e não pode ser exibida.

É interessante notar como pensamos tão, mas tão diferente em diferentes etapas da nossa vida. Quando adolescente, meu sonho era chegar logo aos vinte e poucos, achava que seria a oitava maravilha do mundo. Trinta pra mim era uma coisa tão distante que nem dava pra imaginar. Cheguei aos vinte e muitos sem me dar conta de que os trinta estavam cada vez mais próximos. Descobri que não adianta querer voltar no tempo, não podemos terminar as coisas que ficaram inacabadas, nem fazer coisas que deveríamos ter feito e por alguma razão, ou mesmo pela opção do momento não fizemos. Já sofri muito por isso, mas hoje recordo as coisas boas de meu passado e sei que as coisas ruins são irrelevantes, porque foram frutos de inexperiência, ou de formas radicais de pensar e agir. O tempo não nos dá essa chance, de voltarmos e consertarmos o que deu errado, e ainda bem que não, porque é assim que aprendemos, é assim que crescemos. É assim que nos preparamos para sermos o que somos hoje. Mas ele nos apresenta algo muito melhor: podemos começar de novo, todos os dias e fazer sempre o nosso amanhã muito melhor do que ontem.

A imagem “http://images.orkut.com/orkut/albums2/ATgAAACnbHQsMzddORvufAmieos_fi1KdLfWsOh2DK-Xb7TMo0N--8g31yKY583NlnpOWc9uOKDDOEtTBcnMeJ56CbeyAJtU9VCc_TpDe0FpAx1X91OhtW_zrV5S3g.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Hoje posso me considerar uma mulher amadurecida. Grilos e neuras passam longe da minha cabeça, estou na minha melhor fase. Hoje posso dizer com toda certeza que os últimos anos foram como um divisor de águas, um marcador de duas fases da minha vida.
A 1ª fase em que eu era uma lagarta, trancadinha em meu casulo, esperando a hora certa chegar. Esperando o meu momento de sair… Hoje essa lagarta se transformou… e transformações sempre são positivas. Hoje me sinto uma borboleta… linda… leve… vôo para onde meus instintos me levam… Sempre buscando o caminho da felicidade. As pessoas sempre comentam: “ai como eu queria poder voltar no tempo... Como eu queria ser 10 anos mais jovem...” Eu não trocaria meus 30 de hoje pelos meus 20 de ontem JAMAIS. Sinto-me MUITO melhor assim, muito mais feliz e realizada em todos os sentidos. No amor, no trabalho, na vida, em tudo. Se aos 20 anos você soubesse o que significa chegar aos 30, na certa não se preocuparia tanto com a idéia de mudar de década. Essa é a idade da determinação: sabemos o que queremos, como queremos e quando queremos.

A imagem “http://images.orkut.com/orkut/albums/ATgAAADpboBSHYy0KycqfnWzAS4X41P9-FOPG8wSW3eEEitF17Eab4GoavvZXsGtVXLtY6vS-V8YJcOOvIg4rC08RMgtAJtU9VB_mnYCOQy8P1UmeQPREt82l-uCdQ.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Li em algum lugar e amei: ...Até 30 anos a gente vai emitindo promissórias, a partir daí, é hora de começar a pagá-las.Mas também se poderia dizer: até essa idade fez-se o aprendizado básico. Cumpriu-se o longo ciclo escolar, que parecia interminável, já se foi do primário ao doutorado. A profissão já deve ter sido escolhida. Já se teve a primeira mesa de trabalho, escritório ou negócio. Já se casou a primeira vez, já se teve o primeiro filho. A vida já se inaugurou em fraldas, fotos, festas, viagens, todo tipo de viagens, até das drogas já retornou quem tinha que retornar...
Fazer 30 anos é passar da reta à curva. Fazer 30 anos é passar da quantidade à qualidade. Fazer 30 anos é passar do espaço ao tempo. É quando se operam maravilhas como a um cego em Jericó.Fazer 30 anos é mais do que chegar ao primeiro grande patamar. É mais que poder olhar pra trás. Chegar aos 30 é hora de se abismar. Por isto é necessário ter asas, e sobre o abismo voar.

A imagem “http://images.orkut.com/orkut/albums2/ATgAAAAYinZsAIKMIpbF5vRK1mE4P2d777r5NbJC-d3yg-JKkXv6kzFANocgrKd4_FQborSOgL2_Sk2zoZE9TbotixM5AJtU9VCLJ_yZz0kh4KCor7p55j4lYZgRTg.jpg” contém erros e não pode ser exibida.


As mulheres de 30 por Mário Prata

O que mais as espanta é que, de repente, elas percebem que já são balzaquianas. Mas poucas balzacas leram A Mulher de Trinta, de Honoré de Balzac, escrito há mais de 150 anos. Olhe o que ele diz:
'Uma mulher de trinta anos tem atrativos irresistíveis. A mulher jovem tem muitas ilusões, muita inexperiência. Uma nos instrui, a outra quer tudo aprender e acredita ter dito tudo despindo o vestido. (...) Entre elas duas há a distância incomensurável que vai do previsto ao imprevisto, da força à fraqueza. A mulher de trinta anos satisfaz tudo, e a jovem, sob pena de não sê-lo, nada pode satisfazer'.

A imagem “http://lh5.ggpht.com/aninhafonte/Rl3qEPZ_znI/AAAAAAAAACQ/3y35Srm5j3c/1174300344_f.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Mas voltemos a nossa mulher de 30, aquela que podemos encontrar na frente das escolas pegando os filhos ou num balcão de bar bebendo um chope sozinha. Sim, a mulher de 30 bebe. A mulher de 30 é morena. Quando resolve fazer a besteira de tingir os cabelos de amarelo-hebe passa, automaticamente, a ter 40. E o que mais encanta nas de 30 é que parece que nunca vão perder aquele jeitinho que trouxeram dos 20.

A imagem “http://images.orkut.com/orkut/albums3/ATgAAABvKN38HKP2uh6Cz1TUslTKrgeV8C8upMuvQFuR5_E4iNtBhbmGOndup8a3pEAWygR_SiIK-3DIllBrQGRxEs_CAJtU9VB7U8uJCpvee0RN1IfVR1o0njN95A.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Elas talvez não saibam, mas são as mais bonitas das mulheres. Acho até que a idade mínima para concurso de miss deveria ser 30 anos. Desfilam como gazelas, embora eu nunca tenha visto uma (gazela).

A mulher de 30 ainda não fez plástica. Não precisa. Está com tudo em cima. Ela, ao contrário das de 20, nunca ficou. Quando resolve, vai pra valer.

Mas o que mais me encanta nas mulheres de 30 é a independência. Moram sozinhas e suas casas têm ainda um frescor das de 20 e a maturidade das de 40. Adoram flores e um cachorrinho pequeno. Curtem janelas abertas. Elas sabem escolher um travesseiro. E amam quem querem, à hora que querem e onde querem. E o mais importante: do jeito que desejam.

A imagem “http://lh6.ggpht.com/aninhafonte/Rl3n8fZ_zgI/AAAAAAAAABY/20aJH-Ufk8I/Pictu.jpg?imgmax=512” contém erros e não pode ser exibida.

São fortes as mulheres de 30. E não têm pressa pra nada. Sabem aonde vão chegar. E sempre chegam.
A imagem “http://www.balloonmonkey.co.uk/balloonsj/s_297.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Chegam lá atrás, no Balzac: 'A mulher de 30 anos satisfaz tudo'.
Ponto. Pra elas! E Parabéns pra MIM!!

readmore »»